top of page

Reforma Tributária no Brasil: Entenda o PL 591/2021 e Seu Impacto



Foto do ministro Fernando Haddad, Ministro da economia, que foi quem entregou o projeto no Senado


O Projeto de Lei Complementar (PL) 591/2021, entregue ao Senado em 24 de abril pelo Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, é uma peça chave nas discussões sobre a reforma tributária no Brasil. O projeto propõe a criação do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que visa unificar tributos federais, estaduais e municipais, simplificando o sistema tributário e reduzindo custos de conformidade para empresas e contribuintes.



 


 

Principais Características do PL 591/2021


Unificação de Tributos

O PL 591/2021 busca unificar importantes tributos como PIS, COFINS, IPI, ICMS e ISS em um dois impostos, o IBS e CBS. Essa unificação promete simplificar a estrutura tributária brasileira, reduzindo a burocracia enfrentada por empresas que lidam com diferentes regimes de tributação em diversos estados e municípios.


Competência Tributária Compartilhada

Diferente de outros impostos, o IBS seria gerido pela União, e o CBS gerido de forma compartilhada entre estados e municípios, com alíquotas definidas por cada ente federativo. Isso oferece maior autonomia aos governos locais dentro dos limites estabelecidos pela legislação nacional.


Regras de Transição Cuidadosas

O projeto também estabelece regras de transição para a implementação do IBS e CBS, considerando os impactos financeiros e operacionais tanto para os entes federativos quanto para os contribuintes. A transição cuidadosa é crucial para evitar distorções econômicas durante a unificação dos tributos.


Simplificação e Redução de Custos

Além de simplificar o sistema, a proposta do IBS e CBS tem como objetivo reduzir os custos de conformidade para empresas, tornando o ambiente de negócios mais transparente e previsível.


No lado esquerdo da imagem, a frase: "A Primeira Solução Fiscal da América Latina.  Cálculo tributário em tempo real, Emissão de documentos fiscais eletrônicos, Preparo de obrigações acessórias, Transmissão de declarações, + 19 Países, Implementação em uma semana, Integração com qualquer ERP." Abaixo o chamado: "FALE COM UM ESPECIALISTA". No lado direito da imagem algumas fotos do software da Brinta, mostrando gráficos e informações sobre volume de impostos, documentos fiscais e declarações de impostos.

Processo Legislativo do PL 591/2021


Tramitação nas Comissões

Inicialmente, o projeto será analisado pelas comissões relevantes, como a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e a Comissão de Finanças e Tributação (CFT), focando em aspectos constitucionais, jurídicos e financeiros.


Discussão e Pareceres

Nas comissões, serão realizadas discussões sobre o projeto, e pareceres serão elaborados, podendo incluir emendas ou sugestões de modificações ao texto original.


Votação em Plenário

Após a análise das comissões, o projeto segue para votação em plenário, onde mais emendas podem ser apresentadas e debates intensos são esperados antes da votação final.


Sanção Presidencial

Se aprovado pelo Congresso, o projeto é enviado ao Presidente da República para sanção, etapa final para que se torne lei.


Acompanhamento da Tramitação

Para quem deseja acompanhar de perto a tramitação do PL 591/2021 ou outros projetos de lei relacionados à reforma tributária, recomenda-se o uso de recursos como os portais da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, além de seguir as atualizações das Agências Senado e Câmara.


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page